Cigarros eletrónicos com nicotina causam coagulação do sangue

O uso de cigarros eletrónicos com nicotina causa um aumento imediato na formação de coágulos sanguíneos e uma deterioração na capacidade de expansão e dilatação de pequenos vasos sanguíneos, bem como o aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, de acordo com um trabalho apresentado no Congresso da ERS.

Os investigadores indicam que esses efeitos são semelhantes aos causados ​​pelo fumo de cigarros tradicionais e que a utilização a longo prazo pode resultar em ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC).

Apresentado pelo Prof. Doutor Gustaf Lyytinen, investigador do Instituto Karolinska, na Suécia, o estudo incluiu 22 mulheres e homens, entre 18 e 45 anos, que eram fumadores ocasionais, mas saudáveis.

Cada voluntário foi testado antes e depois de dar 30 bafos num cigarro eletrónico com nicotina, e antes e depois de 30 bafos num cigarro eletrónico sem nicotina. Esses dois conjuntos de testes foram realizados em ocasiões diferentes, com pelo menos uma semana de intervalo.

Em cada ocasião, os investigadores mediram a frequência cardíaca e a pressão arterial dos voluntários e recolheram uma amostra de sangue antes de usarem os cigarros eletrónicos, 15 minutos após o uso e novamente 60 minutos após o uso. Além disso, também realizaram testes para medir qualquer impacto na circulação do sangue através dos minúsculos vasos sanguíneos do corpo, antes de os voluntários usarem os cigarros eletrónicos e 30 minutos depois. Esses testes usam um laser para visualizar a dilatação dos vasos sanguíneos.

A equipa de investigação descobriu que o uso de cigarros eletrónicos com nicotina criou um conjunto de mudanças a curto prazo nos voluntários, nomeadamente um aumento médio de 23% nos coágulos sanguíneos após 15 minutos, que voltaram aos níveis normais após 60 minutos. Também houve aumentos nas frequências cardíacas (de uma média de 66 batimentos por minuto (bpm) para 73 bpm) e na pressão arterial (de uma média de 108 mmHg para 117 mmHg).  Os vasos sanguíneos dos voluntários tornaram-se temporariamente mais estreitos após a utilização de cigarros eletrónicos com nicotina.

Esses efeitos não foram observados depois de os voluntários utilizarem cigarros eletrónicos sem nicotina. A nicotina é conhecida por aumentar os níveis de hormonas como a adrenalina, que pode aumentar a formação de coágulos sanguíneos.

“Os resultados sugerem que o uso de cigarros eletrónicos com nicotina tem impactos semelhantes no corpo do que fumar cigarros tradicionais”, realçou o Prof. Doutor Gustaf Lyytinen. E acrescentou: “Este efeito sobre os coágulos sanguíneos é importante porque sabemos que, a longo prazo, isso pode levar ao entupimento e estreitar os vasos sanguíneos, e isso, claro, coloca as pessoas em risco de ataques cardíacos e AVC”.

Próxima notícia