Doenças vasculares pulmonares em destaque

As doenças vasculares pulmonares, como a embolia pulmonar e a hipertensão pulmonar, contribuem de forma marcante para a carga global das doenças respiratórias crónicas. Em entrevista, os membros da Assembleia das doenças vasculares pulmonares da ERS – Prof.ª Doutora Marion Delcroix (diretora), Prof. Doutor Anton Vonk Noordegraaf (secretário) e Prof.ª Doutora Sheila Ramjug (representante do início de carreira) – destacaram as sessões do Congresso a não perder nesta área.

O tema do congresso é saúde digital. É importante para os especialistas em doenças vasculares pulmonares?

Prof. Doutor Marion Delcroix (MD) – Todos nós vemos o potencial interesse da saúde digital em doenças vasculares pulmonares com a mudança lenta para a consulta virtual, acelerada pela pandemia de COVID-19; reuniões de equipa multidisciplinar transmural à distância para discussão de casos difíceis com formas raras de hipertensão pulmonar; monitorização à distância de parâmetros vitais, que é de interesse em doentes com comprometimento hemodinâmico grave; e o uso de inteligência artificial para facilitar a interpretação de tomografias computadorizadas e para diferenciar melhor a hipertensão pulmonar arterial de pneumonite de hipersensibilidade devido a cardiopatia esquerda.

Há alguma sessão específica nesta área? 
MD – A “state-of-the-art session on pulmonary vascular diseases” (08:30-10:00, 7 de setembro).

Quais os tópicos que destaca no campo da doença vascular pulmonar no Congresso deste ano?

Prof. Doutor Anton Vonk Noordegraaf – Para mim, os tópicos mais importantes são: visar o endotélio vascular pulmonar na pneumonia COVID-19 para tratar a doença; a embolia pulmonar em circunstâncias especiais, como cancro, gravidez e assim por diante; a apresentação de grandes dados de ensaios clínicos sobre novas terapêuticas na hipertensão arterial pulmonar.

O que tem este Congresso para oferecer aos profissionais em início de carreira que se vão especializar em doenças vasculares pulmonares?


Prof.ª Doutora Sheila Ramjug – O congresso virtual deste ano permite que o profissional em início de carreira se atualize com os avanços mais recentes na doença vascular pulmonar. Pessoalmente, estou ansiosa pelo ‘pro con’ debate(11:20-12:00, 6 de setembro), dada a alteração proposta na definição hemodinâmica de hipertensão pulmonar. Além disso, há muitas sessões fantásticas relacionadas à gestão dos nossos doentes com embolia pulmonar em situações clínicas desafiantes. Os profissionais em início de carreira devem participe ativamente em cada sessão, ao fazer perguntas e interagir com os membros da Assembleia.

Próxima notícia